Soneca relembra infância na periferia e chama atenção para crimes contra crianças e adolescentes

por Guilherme Fraga, Assessoria de Imprensa do parlamentar — publicado 20/05/2022 08h45, última modificação 20/05/2022 08h45

O vereador Soneca (PSD) discursou de forma emocionante na Câmara Municipal de Aracaju. O parlamentar relembrou a infância sofrida na periferia para chamar a atenção da sociedade para o Dia Nacional de combate ao abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes, celebrado esta semana em Aracaju.

Criado em 18 de maio de  2000, a data foi escolhida por causa do assassinato de Araceli, uma menina de oito anos que foi drogada, estuprada e morta por jovens de classe média alta, em Vitória (ES). O crime ganhou repercussão nacional, assim como o da sergipana Lorrany de seis anos, citado pelo vereador durante o discurso na Câmara de Vereadores. “O local onde esses dois crimes violentos aconteceu, é exatamente igual ao bairro que minha mãe criou sete filhos, sem a ajuda de meu pai. Felizmente, ninguém foi abusado”, contou.

Ao abordar o tema, Soneca foi cauteloso e pediu para os pais ficarem atentos na própria vizinhança, pois muitos crimes acontecem dentro de casa com a participação inclusive de familiares. O vereador recebeu elogios dos colegas parlamentares pela forma que conduziu um assunto delicado no plenário da Câmara.