Prefeitura de Aracaju investe no presente e no futuro da cidade, afirma Vinícius Porto

por Iris Valéria de Azevedo, Assessoria de Imprensa do parlamentar — publicado 20/05/2022 11h08, última modificação 20/05/2022 11h08
Prefeitura de Aracaju investe no presente e no futuro da cidade, afirma Vinícius Porto

Foto: Gilton Rosas

 “A administração municipal atua com foco no presente e de olho no futuro. É uma gestão que tem planejamento estratégico e financeiro, projetos e programas com metodologia, plano de ações, objetivos e metas voltados para o bem-estar da população aracajuana e para o desenvolvimento econômico da nossa capital”. A avaliação é do vice- presidente da Câmara de Vereadores, Vinícius Porto (PDT) ao destacar o Programa ‘Aracaju Cidade do Futuro’, desenvolvido pela gestão do prefeito Edvaldo Nogueira que prevê a execução de várias obras de infraestrutura por toda cidade.

O Programa prevê um montante de 105 milhões de dólares, recursos que serão investidos em obras de saneamento básico e infraestrutura, beneficiando diretamente 20 comunidades. O Programa também abrange drenagem, pavimentação e recuperação de vias em toda cidade.

Entre as principais obras que serão executadas com os recursos, destacam-se a dragagem do rio Poxim; a infraestrutura dos canais do Médici e da antiga Zona de Expansão; a ampliação do canal da avenida Anízio Azevedo; e a recuperação de mais três importantes corredores de trânsito da capital: as avenidas Tancredo Neves, Visconde de Maracaju e Maranhão. Também estão incluídas a urbanização dos bairros Areia Branca (1ª e 2ª etapa), Mosqueiro (1ª etapa) e dos loteamentos Costa Verde I, Recanto da Jaqueira, Porto do Gringo e Copacabana. Os recursos serão aplicados na antiga Zona de Expansão, loteamentos nos bairros Soledade e Porto Dantas.

De acordo com o secretário municipal da Fazenda, Jeferson Passos, representantes do NBD já vieram a Aracaju em duas missões de trabalho, para verificar a situação econômica do Município, “e constaram que temos capacidade econômica para receber o empréstimo, além de verificar as condições sociais e os impactos ambientais do projeto”,  ressalta.