Miltinho lamenta violência de alguns torcedores da torcida organizada do Clube Sergipe

por Walter Lopes- Assessoria de Imprensa do Parlamentar — publicado 06/12/2023 10h50, última modificação 06/12/2023 10h50
Miltinho lamenta violência de alguns torcedores da torcida organizada do Clube Sergipe

Foto: Gilton Rosas

Durante a realização do Grande Expediente na Câmara Municipal de Aracaju (CMA), nessa terça-feira, 5 de dezembro, o vereador Miltinho Dantas (PDT) falou em diversos assuntos e destacou um lamentável fato que aconteceu durante a comemoração dos 37 anos da torcida Trovão Azul do time do Confiança, no último fim de semana no Iate Clube de Aracaju. 

Miltinho lembrou que a torcida foi fundada há 37 anos e teve como  fundadores o irmão dele, o saudoso Juca Bala, o amigo Aurélio, Luizinho e outros torcedores apaixonados pelo Confiança. A comemoração reuniu cerca de 1500 componentes da Trovão Azul.

Alguns torcedores da torcida organizada do Clube Sergipe, a Tec, passaram pelo Iate e jogaram uma bomba caseira, a qual destruiu a guarita do Iate Clube. O batalhão da Rádio Patrulha agiu rapidamente e prendeu cerca de 20 indivíduos, que portavam armas de fogo, bombas caseiras, pedaços de ferros, de paus e drogas.

"Mais uma vez, nosso agradecimento ao coronel Ribeiro, comandante-geral da Polícia Militar; coronel George, comandante-geral da Capital e a todos que compõem essa briosa corporação chamada Polícia Militar", disse o vereador Miltinho Dantas, que fez questão de salientar que o Clube Esportivo Sergipe não deu o apoio a esses torcedores, pelo contrário, quando a polícia chegou ao  estádio João Hora, eles entraram nas dependências do estádio, sem a permissão da diretoria do Sergipe. Porém, a PM conseguiu resolver toda a situação caótica prendendo esses torcedores. 

Miltinho ainda falou que o Clube Sergipe deve estar saindo com a nota de esclarecimento para a sociedade e ressaltou que o presidente do Clube, Ernan Sena, é seu sobrinho e que ele não compactua com nenhum tipo de violência.