Durante visita ao Hemose, Fabiano Oliveira destaca a importância da doação regular

por Hivy Rhafaella, da Assessoria de Imprensa do Parlamentar — publicado 24/01/2024 10h30, última modificação 24/01/2024 10h30
Durante visita ao Hemose, Fabiano Oliveira destaca a importância da doação regular

Foto: Assessoria Parlamentar

O vereador Fabiano Oliveira (PP) visitou na manhã desta terça-feira, 23, o Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose). O parlamentar foi recebido pela diretora-geral da Fundação Parreiras Horta (FPH), Luciana Déda, e teve a oportunidade de conhecer de perto o trabalho desempenhado pela instituição na área da hematologia e hemoterapia.

Durante a visita, Fabiano Oliveira destacou a importância da doação de sangue e se colocou à disposição para ajudar na mobilização da comunidade para garantir um suprimento adequado de sangue, fundamental para o atendimento de pacientes em diversas situações, como cirurgias, tratamentos de doenças crônicas e emergências médicas.

“Eu já tinha doado sangue, mas em uma conversa com Luciana Déda me coloquei à disposição para conhecer mais de perto todo o funcionamento e ser um doador regular. O Hemose desempenha um papel crucial no nosso estado e é responsável pelo abastecimento dos hospitais e unidades de saúde. Quero ajudar a conscientizar a população sobre a importância da doação voluntária de sangue, reforçando sempre que pequenos gestos podem salvar vidas”, comentou.

“Estou comprometido em apoiar iniciativas que promovam a doação regular, enfatizando que a solidariedade de todos é essencial para manter os estoques do Hemose em níveis adequados”, completou o vereador.

A visita representa um passo significativo na promoção da conscientização sobre a doação de sangue e na valorização do trabalho realizado pela instituição. Essa iniciativa reforça a importância do engajamento político na divulgação de causas sociais e de saúde.

“O hemocentro realiza o serviço de coleta, fracionamento, armazenamento e liberação de sangue. O Centro de Hemoterapia também dispõe de atendimento ambulatorial para  portadores de doenças hematológicas. Vale ressaltar que todo o processo de coleta, processamento e dispensação do sangue é realizado por profissionais capacitados”, finalizou Fabiano.