Dia do trabalhador: TV Câmara lança reportagem especial que discute a complexidade do trabalho no século XXI

por Camila Farias - Agência CMA — publicado 01/05/2024 12h36, última modificação 01/05/2024 12h36
Dia do trabalhador: TV Câmara lança reportagem especial que discute a complexidade do trabalho no século XXI

Uma parte da equipe responsável pela produção/ Foto: Reprodução

Nesta quarta-feira (01/05) é o Dia do Trabalhador e em homenagem a esta data, a Câmara de Aracaju preparou uma reportagem especial sobre o assunto. Dividida entre os temas: o processo de industrialização de Aracaju, novas tecnologias de trabalho proporcionadas pelo ambiente digital (como o home-office) e outros cenários do mercado de trabalho (como o uso do transporte por aplicativo), a reportagem proporciona uma ampla e atual discussão sobre a complexidade do trabalho no século XXI.

Segundo os produtores da reportagem, o sociólogo e coordenador de conteúdo da TV Câmara, Franklin Timóteo e  os jornalistas Marcos Moreira e Maria Isabel Chaves, “no século XX, o trabalho frequentemente seguia um modelo com hierarquias rígidas e ênfase na produção industrial. No século XXI, vemos uma mudança em direção a uma maior flexibilidade, com o surgimento do trabalho remoto e horários mais flexíveis. A tecnologia desempenha um papel fundamental, permitindo a colaboração à distância e a ascensão do freelancer e do empreendedorismo digital. A ênfase agora está na criatividade, inovação e habilidades digitais, enquanto as relações de trabalho tornam-se mais fluidas e menos hierárquicas”.

A reportagem especial será exibida nesta quarta-feira (01/05), às 13h horas, na TV Câmara (canal 5.3). Também é possível acessar pelo link do Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=3Ro2rYgVp4M. 

 

Origem da data
O dia do trabalhador tem origem no movimento operário do século XIX. Em 1886, trabalhadores nos Estados Unidos organizaram uma greve por jornadas de trabalho mais curtas, demandando oito horas por dia. A greve culminou em uma manifestação violenta em Chicago, conhecida como a revolta de Haymarket.

No Brasil, o dia do trabalhador é ligado ao movimento sindical brasileiro do século XX, quando trabalhadores organizaram protestos por melhores condições de trabalho e direitos trabalhistas. Em 1924, foi instituído o dia 1º de maio como feriado nacional pelo governo de Artur Bernardes. No entanto, apenas em 1943, durante o governo de Getúlio Vargas, o dia do trabalhador foi oficialmente reconhecido e celebrado em todo o país. Desde então, a data é marcada por eventos, manifestações e reflexões sobre os desafios enfrentados pelos trabalhadores brasileiros.