Descaso na SMTT: “Não sei de devo pedir, apelar ou se ajoelhar”, ironiza Soneca

por Guilherme Fraga, Assessoria de Imprensa do parlamentar — publicado 11/11/2021 10h35, última modificação 11/11/2021 10h50
Descaso na SMTT: “Não sei de devo pedir, apelar ou se ajoelhar”, ironiza Soneca

Foto: Gilton Rosas

Indignado com a falta de atenção do superintendente da SMTT, o vereador Soneca (PSD) fez um duro discurso nesta quarta-feira, 10, para cobrar mais comprometimento do gestor do órgão municipal de trânsito. “Não é a primeira vez que reclamo do senhor Renato Teles, lamentavelmente ele não atende à população e nem nós vereadores. Talvez, eu precise me ajoelhar e pedir pelo amor de Deus para ele resolver os problemas da nossa cidade, um absurdo!”, desabafou.

Soneca chama a atenção para dois aspectos importantes: faixas de pedestres e quebra-molas em várias ruas de Aracaju. “Desafio o superintendente da SMTT atravessar a avenida principal do São Conrado às 17 horas em menos de 10 minutos. É impossível!”, diz o parlamentar.

Soneca também convidou Renato Teles para sair do gabinete e conhecer de perto os problemas do trânsito na capital. Segundo o vereador, não adianta ficar apenas no frio do ar-condicionado, é preciso arregaçar as mangas debaixo do sol forte e resolver as questões mais urgentes.

O parlamentar citou um problema que se arrasta há alguns anos no bairro São Conrado de falta de redutor de velocidade ou semáforos para ajudar na travessia dos pedestres. “Eu já estive duas vezes para falar com o superintendente somente sobre este assunto. Já tentei marcar uma audiência com os moradores da região e até agora nada. Portanto, solicito ao prefeito Edvaldo Nogueira que tome providência dentro do órgão municipal de trânsito, pois essa gestão na SMTT não condiz com o trabalho bem feito na Prefeitura de Aracaju”, declarou.