Vereadores prestigiam reinauguração de serviços do Hospital de Cirurgia do Estado de Sergipe

por Agência Câmara Aracaju — publicado 28/01/2022 14h04, última modificação 28/01/2022 14h04
Vereadores prestigiam reinauguração de serviços do Hospital de Cirurgia do Estado de Sergipe

Foto: Gilton Rosas

Vereadores da Câmara Municipal de Aracaju (CMA) contemplam a solenidade de reinauguração dos serviços de radioterapia, ressonância magnética e recepção histórica do Hospital de Cirurgia do Estado de Sergipe. A ação aconteceu na manhã desta sexta-feira, 28. Na oportunidade estiveram presentes os vereadores Cícero do Santa Maria (Pode), Isac Silveira (PDT), Pastor Diego (PP) e Sheyla Galba (Cidadania).

Cícero do Santa Maria, que também é servidor do Hospital de Cirurgia, ressaltou os trabalhos realizados na Casa. “Só tenho a parabenizar a todos os envolvidos pela realização desta reinauguração. Falar do Hospital de Cirurgia é falar da minha casa que são 34 anos de serviços prestados. Hoje tenho a alegria de estar presente para a inauguração de uma área tão bonita e importante”, destacou.

A parlamentar Sheyla Galba fala que a retomada da radioterapia no Cirurgia é um avanço na oncologia do SUS em Sergipe. “Eu estou muito feliz por este momento em ver as máquinas de radioterapia e ressonância magnética sendo inauguradas, é uma esperança que acende os corações da gente, onde vamos começar a ter um tratamento digno no nosso estado”, disse.

Para o vereador Pastor Diego, o dia de hoje é histórico para a saúde do estado de Sergipe. “Esta reinauguração desses serviços serão fundamentais na vida dos pacientes com câncer e de forma inédita vamos dar um grande avança pela utilização da máquina de ressonância”, enfatizou.

De acordo com Isac Silveira, o Hospital de Cirurgia tem se firmado como referência no estado de Sergipe em tratamento da saúde. “Todo esse resultado se faz por um sonho nosso que só engrandece os sergipanos na busca por tratamento digno. Parabéns à gestão do hospital pelo planejamento e compromisso com a melhoria dos serviços prestados aos pacientes”, concluiu.