CMA afasta e abre PAD para apuração de denúncia

por Eliz Moura - Diretoria de Comunicação, Câmara Municipal de Aracaju — publicado 04/11/2021 15h45, última modificação 04/11/2021 15h45

O servidor Jorge Luís Santana, lotado na TV Câmara de Aracaju, foi afastado pelo prazo de 30 dias das atividades laborativas na Câmara Municipal de Aracaju.

Acusado de violência doméstica, ele responderá a um processo administrativo disciplinar para apuração de conduta incompatível com o exercício profissional. Simultaneamente, a comissão de apuração acompanha e colabora com as investigações policiais e repercussões jurídicas do caso.

Durante a apuração, o servidor sofrerá restrição de acesso às dependências da Casa, devendo comparecer exclusivamente, mediante notificação, para audiências de instrução, sendo a ele facultado o direito à ampla defesa e contraditório, conforme preceitos legais garantidos pelo Estatuto do Servidor Público.